Rio Claro vai receber R$ 1,1 milhão para investir no Programa Vivaleite e projetos sociais

 

As quase 500 crianças atendidas pelo Vivaleite em Rio Claro tiveram nesta sexta-feira (5) uma boa notícia, com a confirmação do repasse de recursos pelo governo estadual ao município, o que garante o fornecimento do leite neste ano.

O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, assinou nesta sexta-feira (5) o repasse de recursos do Fundo Estadual de Assistência Social (FEAS) para o fundo municipal e a renovação do convênio do Programa Vivaleite. A cerimônia de assinatura foi realizada na Câmara Municipal de Piracicaba com a presença do secretário estadual de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro. Foram liberados para este ano R$ 8,3 milhões para os 27 municípios da região de Piracicaba, sendo R$ 5,7 milhões do FEAS e R$ 2,5 milhões do Vivaleite. Desse montante, Rio Claro irá receber R$ 1.159.316,43.

“Saúde, educação e assistência social são prioridades para uma sociedade fortalecida. Sob o comando do Governador Geraldo Alckmin, empreendemos esforços para o fortalecimento dos municípios, das redes locais e o protagonismo das famílias no enfrentamento da extrema pobreza. Estamos certos de que estes são os pilares para a construção de um Estado mais justo e democrático”, afirma Pesaro. “São recursos importantes para o município atender a população que precisa de assistência”, comenta Juninho. O secretário de Saúde, Djair Francisco, e a vereadora Carol Gomes também participaram da solenidade.

Rio Claro irá receber R$ 318 mil neste ano para custear o Programa Vivaleite que atende 460 crianças de seis meses a cinco anos e 11 meses no município. A cota municipal prevista no Vivaleite é de 796 crianças. Cada criança tem direito a retirar 15 litros de leite por mês. A distribuição é feita às segundas e sextas-feiras nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Saúde da Família (USF). São distribuídos mensalmente 11.940 litros de leite para famílias com renda mensal per capita de meio salário mínimo.

Para o fundo municipal serão transferidos R$ 841,2 mil para investimento em programas sociais. Os recursos repassados pelo Fundo Estadual de Assistência Social são utilizados na execução dos serviços tipificados, ou seja, aqueles de realização obrigatória pelo município. “O dinheiro é aplicado em vários serviços desde o acolhimento a idosos e crianças e atendimento a pessoas em situação de rua”, explica Érica Belomi, secretária municipal de Assistência Social. Por conta disso, a secretária ressalta a importância do funcionamento do Cadastro Único do governo federal. É por ele que os governos verificam as necessidades dos municípios para a liberação de verba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *