​​ Moradores do Parque Flórida já podem solicitar ligação de água

Ligação da rede de água foi feita nesta segunda-feira (24) pelo Daae em parceria com a Construtora Caprem. Moradores do bairro têm 10 dias para fazer o pedido de água do imóvel, sob risco de corte no fornecimento.

Depois de dez anos de espera, moradores do Parque Flórida, localizado na divisa entre Rio Claro e Santa Gertrudes, já podem pedir ligação de água ao Daae Os moradores têm dez dias de prazo para pedirem a ligação de água ao Departamento Autônomo de Água e Esgoto, que fará a instalação dos hidrômetros. “É um grande avanço conseguir essas melhorias que pedíamos há muitos anos e não éramos atendidos”, diz o morador João Sabino da Silva, de 63 anos.

Quem não solicitar a ligação de água nos próximos dez dias, ficará sem o fornecimento de água. “Estamos passando nas casas e entregando notificação sobre a necessidade de fazer o pedido de ligação de água de cada imóvel para que não aconteçam cortes”, ressalta o superintendente do Daae, Francesco Rotolo.

O pedido deve ser feito na sede do Daae na Avenida 8-A, 360, no bairro Cidade Nova. É preciso apresentar RG e CPF, escritura ou contrato de compra e venda, ou certidão de usucapião do imóvel, e o comprovante de pagamento da taxa da caixa padrão de ligação. O horário de atendimento é das 9 às 15 horas, de segunda a sexta-feira. Para mais informações e esclarecimento de dúvidas, a orientação é ligar para a Central de Atendimento da autarquia pelo telefone 0800-505-5200.

O Parque Flórida passou a contar com água do Daae nesta segunda-feira (24) com a interligação de adutora de 200 milímetros que irá abastecer a região que conta com 400 imóveis. O serviço foi realizado pelo Daae em parceria com a Construtora Caprem, que há cinco meses assumiu as obras do loteamento. “Uma reivindicação de dez anos viabilizamos em quatro meses, porque houve vontade política. É uma vitória de várias mãos com a união de várias secretarias”, afirma o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

Além da ligação de água, outras ações começaram a ser feitas no bairro. A Secretaria de Mobilidade Urbana realizou as demarcações das sinalizações de trânsito no solo e a secretaria de Meio Ambiente iniciou a limpeza, com cortes de mato nas áreas públicas. O sistema de iluminação pública também ganhou manutenção com troca de duas lâmpadas, dois reatores e dois delays em três postes localizados na Avenida 15.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *