Busca por mais recursos é maior preocupação entre secretários de saúde

Encontro de gestores da saúde reuniu em Rio Claro secretários de saúde de 26 cidades

Quais os caminhos mais eficazes entre os governos Estadual e Federal para que os municípios da região obtenham mais recursos para a Saúde pública? De que maneira buscar esses recursos e de que modo fazer uma gestão eficaz do SUS (Sistema Único de Saúde)? Essas e outras perguntas foram debatidas na 1ª Oficina de Acolhimento dos Gestores Municipais de Saúde, realizada na última terça-feira (28), na Faculdade Anhanguera em Rio Claro. O encontro reuniu secretários de saúde das 26 cidades da área de abrangência do DRS-X (Departamento Regional de Saúde).

“Houve uma renovação de comando em mais de 70% das prefeituras que o DRS-X cuida. Por isso a necessidade de fazermos um encontro como esse, para acolher, ouvir e dar aos novos gestores da Saúde instrumentos e mostrar a estrutura do SUS”, comentou Maria Clélia Bauer, diretora do DRS e uma das anfitriãs do encontro.

O prefeito de Rio Claro João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, destacou a importância da troca de experiências entre os gestores. “Precisamos caminhar juntos na defesa de uma gestão regionalizada da saúde e compartilhar as boas ideias que cada município implanta”, afirmou Juninho.

Para Djair Claudio Francisco, secretário municipal de saúde de Rio Claro, a busca por mais recursos e qualificação permanente das equipes de saúde é essencial. “Temos que entender os caminhos mais facilitados na busca por mais recursos e pela educação permanente de nossos profissionais”, comentou secretário, eleito na semana passada diretor do conselho fiscal do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo (Cosems).

A oficina transcorreu durante todo o dia com palestras. A primeira delas foi feita por Maria Clélia, que explicou a estrutura do DRS. O segundo a falar, ainda pela manhã foi Adilson Soares, da Secretaria Estadual de Saúde. Adilson falou sobre o financiamento e gestão do SUS, e de que modo os recursos chegam aos municípios.

À tarde, Paula Kolmi Tanaka, também da Secretaria Estadual, falou sobre instrumentos e planejamento do SUS. Daniele Guerra, do Cosems, terminou o ciclo de palestras falando sobre a Programação Pactuada Integrada, essencial para que os municípios recebam mais recursos na área saúde.

Presentes ao evento, secretários de saúde e equipes de Águas de São Pedro, Analândia, Araras, Capivari, Charqueada, Conchal, Cordeirópolis, Corumbataí, Elias Fausto, Engenheiro Coelho, Ipeúna, Iracemápolis, Itirapina, Leme, Limeira, Mombuca, Piracicaba, Pirassununga, Rafard, Rio das Pedras, Saltinho, Santa Cruz da Conceição, Santa Gertrudes, Santa Maria da Serra e São Pedro.

Além do prefeito de Rio Claro e de Maria Clélia, compuseram a mesa de abertura o secretário municipal de saúde Djair Claudio Francisco, o vereador Júlio Lopes, vice-presidente da Câmara, representando o Legislativo, deputado estadual Aldo Demarchi, o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Domingos Oliveira e o secretário municipal de Saúde de Campinas, Carmino Souza, também presidente do Cosems. Os vereadores Seron, Hernani Leonhardt, Carol Gomes, Geraldo Voluntário e Maria do Carmo Guilherme.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *