Governo municipal e Santa Casa fazem acordo e seis leitos serão reabertos

​​

Objetivo é melhorar as condições de internação na área de urgência e emergência em Rio Claro.

Seis leitos hospitalares serão reabertos em Rio Claro, permitindo a melhora nas condições de internação na área de urgência e emergência do município. O anúncio foi feito pelo prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, na segunda-feira (5), em reunião com vereadores e o secretário de Saúde, Djair Francisco. “É mais um passo nesse ainda longo caminho para que a saúde pública de Rio Claro seja aquela que todos queremos”, comenta Juninho.

De acordo com o secretário da Saúde, a melhoria será possível a partir do entendimento entre a Santa Casa e a administração municipal, que renegociou pagamento atrasado de subvenção referente a 2016, pendência deixada pelo governo anterior. “Já liberamos parte dos recursos e, em contrapartida, a Santa Casa reabrirá em breve os seis leitos”, explica Djair Francisco.

O presidente da Câmara de Vereadores, André Godoy, participou da reunião e ressaltou que “a administração municipal dá mais uma demonstração prática de que Rio Claro vive um novo momento na gestão pública e que a saúde é prioridade neste trabalho”. Ao elogiar a reabertura dos leitos, Júlio Lopes observou que se trata de leitos regionais e que a participação financeira de outros municípios atendidos pela rede de saúde de Rio Claro precisa ser mais bem discutida. Os vereadores Geraldo Voluntário, Seron e Val Demarchi destacaram a importância de cada ação do município na luta pela redução da fila de espera na saúde e lembraram que essa luta também é da Câmara Municipal, que esteve ainda representada na reunião pelos vereadores Maria do Carmo Guilherme, Rafael Andreeta e Yves Carbinatti. O coordenador do AME e médico da Fundação Municipal de Saúde, Glaucos Ricardo Paraluppi, também esteve presente.

Segundo Djair Francisco, o município está redobrando esforços para reduzir a fila de espera na saúde, situação herdada pela atual administração municipal. Desde janeiro o governo municipal implantou a Farmácia Todo Dia, que oferece medicamentos inclusive nos finais de semana e feriados. O município publicou chamamento público para que hospitais privados também possam oferecer serviços na rede pública. Em outro chamamento, a Fundação de Saúde vai implantar unidades hospitalares móveis para reduzir a fila dos procedimentos de saúde. O consultório odontológico móvel, que ficou abandonado por dois anos, já foi reformado para atendimento nos bairros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *