Rio Claro informatiza controle do estoque de medicamentos

Sistema eletrônico de controle de estoque terá custo zero para o município. A partir de agora será mais fácil controlar a entrada e saída de medicamentos e suprimentos nos almoxarifados da rede municipal de saúde.

Com o objetivo de controlar entradas e saídas de medicamentos, suprimentos de enfermagem, odontológicos e outros itens de uso nas unidades de saúde, a Fundação de Saúde de Rio Claro atualizou e informatizou o controle de estoque nos depósitos de suprimentos que atendem as 55 unidades de saúde, incluindo o PSMI e as UPAs. Para viabilizar o procedimento, foi feita contagem de todos os itens dos almoxarifados e cadastramento dos mesmos no sistema. O serviço foi realizado por funcionários da fundação.

O sistema eletrônico foi disponibilizado pela Conam (Consultoria em Administração Municipal) há algum tempo, mas a atualização não foi feita pela administração anterior. “O sistema terá custo zero para o município e sua implantação vai melhorar o controle de estoque que antes era feito de forma manual”, destaca o secretário de Saúde, Djair Claudio Francisco.

Com o novo sistema será muito mais fácil controlar a entrada e saída de itens nos almoxarifados, além de otimizar o processo de compra. “Cada item, cada agulha que sair do estoque da Fundação de Saúde será controlado por esse sistema. Com isso, conseguiremos fazer compras mais eficientes, evitando o excesso de estoque e desperdícios em decorrência da falta de controle”, explica o gerente da Fundação de Saúde, Luiz Carlos Jardim, que coordenou todo o trabalho de informatização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *