Em quatro meses, prefeitura reduz déficit de vagas em creches em mais de 20%

 

De janeiro até agora a prefeitura abriu 262 novas vagas em creches diminuindo a lista de espera em mais de 20%. Unidade escolar no Jardim Esmeralda foi inaugurada oficialmente nesta terça-feira (25) com capacidade para atender 240 crianças.

Em menos de quatro meses de trabalho o novo governo municipal de Rio Claro diminuiu em mais de 20% a fila de espera por vaga em creche que em janeiro tinha 1.155 nomes. Após inaugurar, no dia 6 de abril, o novo prédio da Escola Arlindo Ansanello – no bairro Santana, a prefeitura colocou oficialmente em funcionamento na manhã desta terça-feira (25) as salas descentralizadas da Escola Hélio Jorge dos Santos – no Jardim Esmeralda, totalizando 262 novas vagas para crianças de zero a três anos.

“Nossa grande obra é cuidar de quem mais precisa, portanto, estamos felizes em entregar esta creche para que vocês mães possam aqui deixar seus filhos enquanto trabalham”, afirmou o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. “Estamos trabalhando para abrir mais vagas”, ressaltou. Nesta terça-feira (25), foi retomada a construção de uma creche no bairro Terra Nova com previsão de 150 vagas.

Com a unidade escolar no Jardim Esmeralda, a Secretaria Municipal da Educação vai atender 240 crianças, sendo 110 de creche e 130 de pré-escola em regime parcial. “É um investimento no futuro de nossas crianças, desejo que todas sejam felizes aqui”, disse André Godoy, presidente da Câmara Municipal. Os vereadores Paulo Guedes e Irander Augusto Lopes também participaram do evento.

A creche vai atender moradores do Jardim das Nações 2, que em dezembro passaram a residir em localidade sem estrutura social. “Esta creche ficou nota 10, a prefeitura transformou esse espaço em um belo jardim”, avaliou o açougueiro Willian de Oliveira Nascimento, pai de Alice Meres de cinco anos, uma das crianças lá atendidas.

O secretário municipal de Educação, Adriano Moreira, agradeceu aos servidores pela dedicação para que a creche entrasse em funcionamento em curto espaço de tempo e também ao padre Ricardo Martins pela cessão do prédio.

Participaram também da inauguração o secretário municipal de Obras, Paulo Roberto de Lima; o procurador geral do município, Rodrigo Ragghiante; Denise e Gustavo, filhos do patrono da escola; Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social; e a diretora Gislaine Milani.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *