Azulão toma susto, mas vira e está nas semifinais

Com o resultado, o Galo Azul conseguiu segurar a terceira colocação, com 33 pontos, e carimbou a vaga para a próxima fase

Rio Claro, SP, 23 – Após alguns sustos nas rodadas finais do Campeonato Paulista da Série A2, o Rio Claro conseguiu terminar a primeira fase classificado às semifinais. Na tarde deste domingo, recebeu o Sertãozinho no Schmidtão e venceu por 2 a 1, em jogo válido pela 19ª e última rodada do estadual.

Com o resultado, o Galo Azul conseguiu segurar a terceira colocação, com 33 pontos, e carimbou a vaga para a próxima fase. O time passou por um momento de muita desconfiança na rodada passada, quando foi goleado por 4 a 1 para o já rebaixado Rio Preto e colocou a classificação em cheque.

Agora, fez as pazes com a partida e vai brigar pelo acesso à elite. O adversário na semifinal será o São Caetano, segundo colocado, com 34 pontos. Nesta segunda-feira, será realizado o Conselho Técnico na FPF para definir as datas dos duelos, que serão realizados em jogos de ida e votla.

Enquanto isso, o Sertãozinho terminou a sua participação na oitava colocação, com 27 pontos. O time disputou a A2 desse ano após a conquista do acesso na Série A3 do ano passado. Fez uma campanha regular e chegou na última rodada com chances matemáticas de classificação.

VAI, MAS NÃO VAI

O jogo começou bastante estudado e o Rio Claro foi o primeiro a ter mais iniciativa, adiantando a marcação e buscando criar jogadas perigosas. Quando chegava no campo de ataque, o time da casa tinha dificuldades para passar pela defesa adversária, mas tinha paciência para tocar a bola, além de arrisca de fora da área.

As chances reais começaram a tomar forma depois dos 15 minutos, mas quem chegou primeiro foi o Sertãozingo. Aos 20, teve boa oportunidade com Mateus, que ficou cara a cara com o goleiro Paulo Victor, fez a finta e mandou para o gol vazio, mas Diego Augusto estava esperto e interrompeu a trajetória da bola, evitando o gol rio-clarense.

A resposta do Galo Azul foi rápida. Aos 22 minutos, Zeca avançou em velocidade pela esquerda e cruzou para área. Fernando cabeceou com força e viu a bola ficar viva após explodir na trave, mas a defesa se antecipou ao ataque e tirou o perigo. No lance, o goleiro Márcio também se chocou com a trave, mas nada de mais sério aconteceu.

Depois das boas chegadas, o jogo ficou mais movimentado, com chances para os dois lados, mas com um Rio Claro mais perigoso. Aos 35 minutos, Fernando chutou com categoria de fora da área e obrigou o goleiro Márcio a fazer uma grande defesa para testar os reflexos após a pancada.

MIL POR HORA

O segundo tempo começou em ritmo alucinante e rendeu grandes emoções desde os primeiros momentos. Com apenas três minutos de bola rolando, Edu Pina avançou pela esquerda e tocou para Felipe Silva, que dominou e bateu cruzado para abrir o placar no Schmidtão.

O Rio Claro não se intimidou após o gol sofrido e respondeu com o empate, apenas dois minutos depois. Quando o cronometro marcava cinco minutos corridos, Fernandinho recebeu livre na área e tocou na saída de Márcio para deixar tudo igual. A virada quase veio aos oito, quando Acleisson cruzou, Hudson chutou forte e Márcio defendeu.

A reação rápida do Azulão assustou o Touro, que passou a ficar muito acuado e viu o adversário pressionar bastante. O time rio-clarense dominou as ações do jogo e teve mais uma grande chance aos 13 minutos. Em novo cruzamento de Acleisson, Danilo Lopes desviou, mas Márcio estava lá mais uma vez para fazer bonita defesa.

A pressão continuou e o Sertãozinho não conseguia afastar o Rio Claro do seu campo de defesa. Assim, foi questão de tempo para ser feito o gol da virada. Aos 31 minutos, Fernandinho cruzou com precisão em cobrança de escanteio e a bola encontrou a cabeça de Diego Augusto antes de morrer dentro do gol.

Depois disso, o jogo ficou um pouco mais tenso e ainda deu tempo do lateral-esquerdo sertanezino Edu Pina ser expulso. Assim, o Rio Claro preferiu segurar a bola e envolver o adversário com um a menos, mas também mostrou nervosismo com medo de sofrer o empate. Por fim, conseguiu segurar a vitória.

 

Por: futebolinterior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *