Apresentações musicais abrem Festival 100 anos Dalva de Oliveira

 

Festival que celebra os 100 anos de nascimento da cantora Dalva de Oliveira terá início nesta quarta-feira (3) com apresentações musicais de Duo Viva Dalva e Banda Estrela D’Alva a partir das às 19 horas, no Casarão da Cultura. A entrada é gratuita.

Rio Claro inicia nesta quarta-feira (3) o Festival dos 100 Anos Dalva de Oliveira, uma homenagem a cantora rio-clarense Vicentina de Paula Oliveira que encantou o mundo com sua belíssima voz, cuja extensão ia do contralto ao soprano, o que lhe rendeu o apelido de rouxinol brasileiro. O evento começa com apresentações musicais do Duo Viva Dalva – voz e piano e da Banda Estrela D’Alva a partir das 19 horas no Casarão da Cultura (Avenida 3 com Rua 7, Centro). Toda a comunidade está convidada a prestigiar o evento. A entrada é franca.

A cantora Vilma Faggioli e o pianista Wagner Muccillo vão apresentar um recorte do espetáculo “Viva Dalva” criado há dez anos para comemorar os 90 anos de Dalva de Oliveira. “Será apresentada uma pequena seleção de músicas que homenageia as diversas fases da cantora, desde o Trio de Ouro, passando pelos tangos e boleros, até as marchas do final de sua carreira”, explica Fátima Camargo, idealizadora e diretora artística do espetáculo.

Ela conta que o “Viva Dalva” nasceu como um projeto de pesquisa e foi transformado em espetáculo com o apoio de Pery Ribeiro, filho de Dalva e Herivelto Martins, que abriu os arquivos da família para os pesquisadores. O espetáculo ganhou montagem e cenário e ficou em cartaz por sete anos e fez 25 apresentações em várias cidades. A primeira delas foi realizada em Rio Claro há exatos dez anos e agora será reeditada.

Vicentina de Paula Oliveira, conhecida como Dalva de Oliveira, nasceu em Rio Claro em 5 de maio de 1917. Saiu do interior do Estado de São Paulo para ganhar o mundo como cantora. Foi sucesso nas décadas de 30, 40 e 50 com mais de 400 gravações. Trabalhou nas principais rádios do país e cantou no famoso Cassino da Urca. Em 1951 foi eleita Rainha do Rádio e fez várias excursões ao exterior, apresentando-se no Uruguai, Argentina, Chile e na Inglaterra. Dalva de Oliveira também participou de filmes e, após sua morte em 1972, teve sua obra e vida apresentadas no teatro e na televisão, como na minissérie Dalva e Herivelto, exibida em 2010 pela Rede Globo.

Festival 100 Anos Dalva Oliveira é organizado pela prefeitura em parceria com a Vira Disco Produções. O evento conta com apoio das empresas Sustentare Saneamento, Rápido São Paulo, Restaurante Lusitano e Cebi Informática, e também do Contribuinte da Cultura FAI – Ufscar/USP São Carlos, Sesc e Destaque Outdoor.​

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *