População pode reparar fotos históricas no Arquivo Público de Rio Claro

Arquivo Municipal mantém laboratório para recuperação de documentos, fotos, desenhos e livros do acervo público. O acervo é disponibilizado para pesquisas e consultas.

Quem tem fotos antigas de valor histórico pode ter a fotografia recuperada mediante fornecimento de cópia e cessão do uso da imagem ao Arquivo Público de Rio Claro, que realiza também o trabalho de recuperação de outros documentos. A prefeitura produz diariamente dezenas de documentos nos processos administrativos realizados nas repartições públicas. São notas fiscais, ordens de pagamentos, certidões, contratos, registros de funcionários, entre outros arquivos que datam desde o século 19. Muitos documentos chegam ao Arquivo Público Municipal deteriorados e precisam de recuperação. Esse reparo é feito no laboratório do próprio Arquivo que, além documentos, também reconstitui fotos e desenhos.

“A equipe do arquivo desenvolve um trabalho técnico altamente qualificado e de baixo custo”, comenta Mônica Frandi Ferreira, superintendente do Arquivo Público “Oscar de Arruda Penteado”. Ela explica que muitos documentos chegam em péssimo estado e precisam ser recuperados para preservar a informação. Como alguns equipamentos são caros, a equipe busca alternativas para substituí-los. “Muitas ferramentas usadas no laboratório são criadas pelos próprios funcionários, o que diminui os custos do serviço”, ressalta.

O trabalho de recuperação é realizado pelo gráfico Artur Fernando Carvalho. “O primeiro passo é higienizar o material antes de começar o reparo”, explica. Em seguida, a equipe avalia os documentos e define o que será feito para sua recuperação. Carvalho conta que a comunidade também procura o arquivo para recuperar fotos e documentos.

A analista de Gestão Documental, Noemi Penha, explica que a demanda é contínua porque o município não para de produzir documentos. “Cada documento tem um tempo de guarda e o acervo do município é guardado no arquivo”, informa. O que pode ser considerado banal hoje pode não ser no futuro. “Uma decisão aparentemente simples agora pode ter repercussão histórica daqui a alguns anos”, observa.

O acervo do Arquivo Público é composto por manuscritos, livros, folhetos, revistas, jornais, registros fotográficos, discos, postais e cartazes, que ficam disponíveis para consultas e pesquisas na sede da autarquia, localizada no Núcleo Administrativo Municipal (NAM), na Rua 6, 3.265, Alto do Santana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *