Programação DA Semana “Ogum e Suas Origens Culturais” – A cultura africana entre nós.

Com o tema “A Cultura Africana Entre Nós” a comemoração DA Semana Ogum e suas Origens Culturais, traz neste ano foco para a importância DA inclusão de fatos históricos na grade curricular DA rede pública de ensino. A organização é DA Prefeitura e DA Câmara Municipal de Rio Claro com apoio do Governo do Estado e o público terá acesso gratuito a todos OS eventos.

Para abertura, 23, está confirmada a apresentação DA Banda Odoyá, que no seu repertório traz a fusão de ritmos africanos e brasileiros além DA exposição de esculturas, trajes, fotos, quadros e penteados, tendo início em Grande estilo no Casarão DA Cultura na Avenida 3 com a Rua 7, Centro a partir das 19 horas.

Destaques também para as palestras. Na segunda-feira, 24, 19:30h, na Philarmônica, Rua 5 entre as Avenidas 3 e 5, teremos a palestra com o tema “A História e a Cultura Afro-Brasileira na Educação” e como palestrantes: Antônio Filogênio de Paula Júnior, filósofo que coordenou o Programa de Difusão Cultural Afro-Brasileira na Biblioteca Pública de Piracicaba por uma década; Maria Regina Carneiro, que atua nas áreas de psicologia e direito e vai abordar a temática: A lei 10639/2003 e o Ensino DA História DA África nos manuais escolares e, Ricardo de Gouveia e Freitas, Antropólogo e Mestre em Ciências DA Religião pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP) e desenvolve pesquisas sobre Filosofia das Artes e Ciências Sociais Aplicadas, com ênfase na arte sacra de matriz africana.

No dia 27, quinta-feira, também na Philarmônica, 20 horas, a palestra “Comunidades Populares de Matriz Africana – Conceitos Políticos, Religiosos e Sociais” e como palestrantes: André Luiz Caes, pós-doutor em História e Professor DA Universidade Estadual de Goiás (UEG); Cláudio Luis Pavão, Diretor do Fórum e juiz de Direito DA 4ª Vara Cível DA Cidade de Rio Claro e, André Luis de Moraes sacerdote do Templo de Umbanda “Vovô Serafim e Ogum Três Espadas” há 32 anos, Presidente DA Federação Umbandista Caminho dos Orixás (FUCO) e militante pelo combate à intolerância religiosa e racial e pela promoção DA cultura de matriz africana.

As comemorações alusivas ao Dia do Ogum foram incluídas no calendário oficial do Município por meio DA Lei Municipal nº 4468/2013 de autoria do vereador Geraldo Luís de Moraes, o Geraldo Voluntário. A edição 2017 conta com apoio DA Prefeitura, Assessoria de Integração Racial, Câmara Municipal, Governo do Estado de São Paulo, Assessoria de Cultura para Gêneros e Etnias (ACGE) DA Secretaria de Estado DA Cultura e Libertan Projetos Culturais. Os patrocinadores são: Expresso Limeira, Rápido São Paulo, O Imperador – Mármores e Granitos, Sílvia Mega Hair e Nei Salgados.

Programação

 

Domingo, 23 de abril
Abertura: Exposição e Apresentação Musical com Banda Odoyá
Às 19h00 – Casarão DA Cultura (Avenida 3 com a Rua 7, Centro)

Segunda-feira, 24 de abril
Samba de Roda – Escola Cantar DA Oxum
Palestra: Ogum e suas Origens Culturais – A História e a Cultura Afro-brasileira na Educação
Às 19h30 – Philarmônica (Avenida 5 com Rua 5, 914, Centro)
Entrada franca

Terça-feira, 25 de abril
Oficina de Percussão – Escola Cantar DA Oxum
Às 19h – Saguão do Centro Cultural “Roberto Palmari” (Rua 2, 2.880, Vila Operária)
Entrada franca

Apresentação de Dança: Cia Afro Abayomi´n
Às 20h30 – Teatro do Centro Cultural “Roberto Palmari”
Entrada Franca

Quarta-feira, 26 de abril
Cinema “Besouro” – Classificação 14 anos
Às 9h – Teatro do Centro Cultural
Entrada Franca

Apresentações Culturais
Congada: às 19h30
Oro Ari: às 20h
Saguão do Centro Cultural
Entrada franca

Roda de Capoeira: Homenagem ao Mestre Geraldo
Às 21h – Saguão do Centro Cultural
Entrada franca

Quinta-feira, 27 de abril
Palestra: Comunidades Populares de Matriz Africana – Conceitos Políticos, Religiosos e Sociais
Às 20h – Philarmônica
Entrada franca

Sexta-feira, 28 de abril
Cinema: Kiriku e a Feiticeira
Às 9h – Teatro do Centro Cultural
Entrada franca – Classificação livre

Apresentação musical: Simbalança
Às 20h – Teatro do Centro Cultural
Entrada franca

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *