Central de Segurança Integrada é destacada como reforço inédito para a segurança

 

Central conta com presença 24 horas de guardas civis, tem câmera de monitoramento e dá apoio ao trabalho das polícias civil e militar.

Autoridades que prestigiaram a entrega da Central de Segurança Integrada (CSI) destacaram o pioneirismo de Rio Claro ao implantar um serviço que reúne no mesmo espaço as forças de segurança pública. “É mais um lugar que foi transformado em serviço para a comunidade”. Apontou o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. “Antes abandonado e motivo de piada, agora a essa estrutura passa a ser de respeito e segurança”, destacou, lembrando que a central está em local estratégico, perto de uma das principais entradas da cidade.

Durante a cerimônia de entrega, o deputado Aldo Demarchi observou que o cidadão está cansado de ouvir dizer que segurança é responsabilidade do Estado. “Rio Claro dá exemplo ao promover uma ação que une esforços pela segurança da comunidade”, enfatizou.

As autoridades presentes ao evento destacaram a integração entre as entidades policiais proporcionada pela CSI. O juiz Cláudio Luiz Pavão, diretor do Fórum de Rio Claro, parabenizou o município pela iniciativa de juntar as forças de segurança pública e salientou que se trata de um projeto “pioneiro, vanguardista, que vai produzir bons frutos para a cidade”. O promotor de Justiça Gilberto Porto de Camargo manifestou expectativa de que a central traga serviços policiais que contribuam para uma cidade mais pacífica.

Situada na Avenida Tancredo Neves, defronte ao Terminal Rodoviário, a Central de Segurança Integrada funciona 24 horas, com presença permanente de guardas civis, com espaço para o trabalho das polícias civil e militar. O secretário municipal de Segurança, Defesa Civil e Mobilidade Urbana, Marco Antonio Bellagamba, lembrou que a integração do setor municipal com as policias Civil e Militar foi um dos compromissos assumidos pela atual administração com a comunidade, e isto só está sendo possível graças ao apoio dos comandos das instituições parceiras.

A delegada seccional Adriana Malone ressaltou que a Central de Segurança Integrada é uma “ideia peculiar”. “Não vi em nenhuma outra cidade, essa central vai permitir a troca de informações entre os policiais das corporações”, comenta. Já o comandante do 37º BPMI, tenente-coronel Márcio Silveira Franco, agradeceu pela cooperação da prefeitura e enfatizou que o trabalho conjunto das forças policiais visa uma cidade melhor.

“A criação da CSI abre expectativa para conseguirmos a Rio Claro que todos queremos, com mais segurança e qualidade de vida para todos”, disse André Godoy, presidente da Câmara de Vereadores.

Paulo Afonso Bicudo, comandante do Deinter 9, de Piracicaba, também aprovou a iniciativa de Rio Claro e anunciou que em setembro a cidade passará a contar com mais um delegado de polícia.

Também participaram da inauguração os vereadores Júlio Lopes, Carol Gomes, Ives Carbinatti, Seron do Proerd, Val Demarchi, Irander Augusto, Geraldo Voluntário, Rafael Andreeta e Adriano La Torre. Estiveram presentes, ainda, o sargento Fábio Alexandre Ferreira, do Tiro de Guerra; Fábio Henrique Giovanni, do Corpo de Bombeiros; e os delegados Marcos Fuentes, Carlos Schio, Mário Francischini, Alexandre Della Coletta e Patrícia Silveira Rosa, além de Pedro Zonta, do Clube 21 Irmãos Amigos e Luis Fernando Bueno de Godoy, comandante da Guarda Civil Municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *