Guarda Municipal localiza armadilha de caça na Floresta Estadual

Um cão foi morto após acionar o mecanismo da armadilha conhecida popularmente como “canhãozinho’. O artefato  normalmente é confeccionado por tornearias de fundo de quintal, as quais também produzem silenciadores para armas de caçadores clandestinos, A armadilha poderia ferir gravemente uma pessoa.

Redação – Na tarde de ontem, 16/01/2018, por volta das 14:30 horas,  equipe da viatura 4.42 da Guarda Civil, GCMs Gonçalves e Vaz, juntamente com a equipe de vigilância do Horto, compareceu na Floresta Estadual após denúncias de que pessoas estavam colocando armadilhas para a captura de animais silvestres na área. O local denunciado era o mesmo onde a GCM esteve recentemente (12/01), porém infelizmente dessa vez havia um cão morto pela armadilha. O animal caiu na armadilha conhecida como “canhãozinho” e foi morto devido aos ferimentos. A armadilha que normalmente é confeccionada por tornearias de fundo de quintal, as quais produzem também silenciadores para armas de caçadores clandestinos, feitos rusticamente de materiais reaproveitados.  Trata-se de  uma arma mortal aos animais de pequeno e médio porte e pode ate ser letal para pessoas.

O gestor responsável pela FEENA, também acompanhou a busca dos GCMs em localizar alguém que estivesse nas imediações e que fosse responsável pela armadilha, porém ninguém foi localizado.

Outras armadilhas do tipo foram localizadas, desarmada e serão aproveitadas para amostra em estudos aos visitantes e aos estudantes. Foi registrado o RO/GCM nº 94/2018, natureza Encontro de Armadilha.

Se você conhece alguma oficina ou tornearia clandestina, denuncias anônimas poderão ser feitas através dos telefones 153 da Guarda Municipal, 190 da Policia Militar.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *