Guardas civis de 12 municípios estarão em RC para curso de aplicações táticas

 

Cerca de 40 pessoas irão participar do treinamento, que vai reunir guardas civis de 12 municípios, delegados de polícia e membros da Marinha do Brasil.

Nessa quinta e (22) e sexta-feira Rio Claro será sede do Curso de Aplicações Táticas, ministrado pelo Centro Técnico de Táticas Especiais em Combate (do CTTEC) de Itu. Quarenta profissionais entre guardas civis municipais de 12 municípios, delegados de polícia e integrantes da Marinha, participam do treinamento, que será realizado em área da antiga Unesp no bairro Santana.

O curso será ministrado pelo instrutor Eliseu Elias Corrêa e vai incluir teoria dinâmica e planejamento de patrulha, conduta de patrulha, exercícios de contra-emboscada e intervenção noturna. Os participantes vivenciarão situações de risco e de confronto e passarão por testes de conhecimento e de habilidades com o objetivo de aperfeiçoarem as ações de trabalho no dia a dia. Os exercícios serão teóricos e práticos, com utilização de armas de paintball.

O vice-prefeito e secretário de Segurança e Mobilidade Urbana, Marco Antonio Bellagamba, comenta que o curso é de grande importância para o aperfeiçoamento dos profissionais de segurança. “É fundamental que os agentes das forças de segurança pública se aperfeiçoem para o trabalho diário, o que contribui para a excelência do atendimento à comunidade e no aumento da sensação de segurança da população”, explica.

Participam do curso guardas civis municipais de Rio Claro, Araras, Santa Gertrudes, Limeira, Santa Bárbara D’Oeste, São Pedro, Águas de São Pedro, Itu, Leme, Americana, Serrana e Santos, além delegados de polícia e representantes da Marinha do Brasil. Ao final do treinamento serão entregues certificados de participação.

CTTEC

O grupo CTTEC conta com profissionais de larga experiência nas áreas de segurança publica e privada. Ministra cursos divididos em dois segmentos, o primeiro para profissionais das áreas de segurança publica e privada, e o segundo para a população civil em geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *