Rio-clarenses aprovam central de segurança na entrada da cidade

 

Guardas Civis resgataram de incêndio uma senhora de 95 anos e encontraram veículo furtado.

Logo nos primeiros instantes de funcionamento, a Central de Segurança Integrada (CSI) já mostrou que é um importante reforço na área para Rio Claro. Uma senhora de 95 anos foi salva de incêndio e um veículo furtado foi recuperado em duas ocorrências atendidas pelos Guardas Civis da central, inaugurada na quinta-feira pelo prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. “Vizinhos me ligaram falando do furto da minha caminhonete, eu estava próximo da Central, fui até lá e em menos de meia hora o veículo foi localizado”, relata Carlos Roberto Martins, morador do Residencial dos Bosques. “Eu e outros moradores de bairros próximos aprovamos a Central, pois agora temos uma referência em segurança”, acrescenta.

O furto e a recuperação da caminhonete aconteceram no início da tarde. Horas antes, durante os preparativos para a cerimônia de entrega oficial, os guardas civis da Central de Segurança Integrada resgataram uma senhora de 95 anos e seu filho de incêndio causado por veículo que pegou fogo na garagem, em residência localizada nas proximidades da central de segurança. Não houve feridos.

“Eles nos agradeceram e foram enfáticos ao dizer que, se não estivéssemos nas imediações, o incidente poderia ter sido muito grave”, comenta o comandante da Guarda Civil, Luis Fernando de Godoy, que atendeu a ocorrência. “Foi uma emoção receber a gratidão pelo nosso empenho”, completou.

A Central de Segurança Integrada fica perto de uma das mais movimentadas entradas da cidade, na Avenida Tancredo Neves, defronte ao Terminal Rodoviário. Funciona 24 horas, com presença permanente de guardas civis e dá apoio a policiais civis e militares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *