Duplicação da SP-191 é discutida com Intervias

O deputado estadual Aldo Demarchi, o prefeito João Teixeira Júnior (Juninho da Padaria), e o secretário municipal de Obras, Paulo Roberto de Lima, estiveram reunidos nesta segunda-feira (10) com o gerente de Planejamento, Nelson Machado da Silva, e o engenheiro ambiental Henrique Simionato Robortella, ambos da concessionária Intervias – integrante do grupo Arteris, para tratar da manifestação técnica da Prefeitura de Rio Claro sobre a duplicação da Rodovia SP-191 (Wilson Finardi). Previstas para começar em novembro próximo, as obras serão realizadas no trecho que vai da SP-330 (Anhanguera), em Araras, até a SP-310 (Washington Luís), nas imediações do Distrito de Batovi, em Rio Claro.
Segundo ata elaborada durante a reunião, o encontro foi necessário para atender solicitação da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) a respeito das tratativas em andamento entre concessionária e prefeitura relacionadas ao uso do solo visando à emissão de licença ambiental prévia.
Na oportunidade, também abordou-se a questão do acesso à Rua Jacutinga, no quilômetro 72 mais 300 metros. Os técnicos explicaram que ele não será fechado, mas a configuração do projeto de duplicação impedirá o cruzamento da rodovia, o que deverá ser feito pelos dispositivos de retorno dos quilômetros 71 mais 100 metros e 74 mais 700 metros. “Os técnicos da Intervias esclareceram que qualquer mudança implicará atraso nas obras em até um ano, o que não interessa a ninguém”, informa o deputado Aldo Demarchi.
No que se refere à implantação de avenidas marginais ao longo de toda a duplicação, o prefeito Juninho da Padaria esclareceu que esta solicitação será apresentada em momento oportuno, levando-se em conta a demanda da população. Ele entendeu que isso representaria um novo impacto ambiental e consequente processo adicional de licenciamento, sem contar as desaspropriações. “Tudo isso adiaria o início das obras, que possuem grande importância para os usuários da rodovia e para a comunidade em geral”, disse Juninho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *